Que em 2018 sejamos mais nós mesmos

16/02/2018

No Choice a gente sempre começa todas as nossas reuniões de equipe com um check-in. Sabe como funciona?

 

 

O Check-in nada mais é do que um espaço que a gente cria antes de começar a falar sobre as pautas da reunião e perguntamos para nós mesmos:

 

“Como eu tô chegando aqui hoje?”.

 

Todos meditam sobre isso um pouquinho, e no seu tempo, cada um responde.

 

Para o check-in não tem regra sobre o que deve ser dito: pode ser como eu tô me sentindo fisicamente, psicologicamente, se tem algum incômodo, alguma expectativa, se eu quero compartilhar alguma coisa especial que aconteceu no meu dia ou só falar sobre o meu estado de espírito naquele momento.

 

Normalmente o nosso check-in dura entre 5 e 10 minutos. É uma ação simples e rápida, mas que muda totalmente o nosso modo mental para o resto da reunião e do tempo que permaneceremos juntos.

 

Isso porque nesses 10 minutos que a gente se permitiu falar um pouco sobre nós mesmos e sobre como estamos chegando. Um dia, uma coisa muito especial aconteceu:

 

A gente conscientemente se lembrou que para além do Choice e para além de tudo que fazemos, no fim, tudo isso só faz sentido porque é feito de pessoas reais para pessoas reais.

 

Pessoas reais e muito diferentes, que vivenciam coisas diferentes e possuem necessidades diferentes.

 

Pessoas de carne, osso, sangue e coração. Pessoas que às vezes tem dias ruins, que às vezes ficam doentes, que às vezes dormem mal e que ás vezes só precisavam se sentirem acolhidas.

 

Por isso, esse é também um espaço de acolhimento. Estamos nos dizendo que pelos próximos 10 minutos, iremos desligar o foco sobre metas, indicadores, novos produtos e clientes e iremos prestar a maior atenção possível sobre o que aquelas pessoas consideraram importante partilhar conosco.

 

É um ato, antes de tudo, de cuidado.

 

Isso porque se a gente não cuida um do outro, como esperar que a gente crie bons projetos, escolha governantes responsáveis, viva numa sociedade mais justa e ainda ganhe a copa?

 

A real é que o mundo tá muito rápido, muito exigente, muito ansioso e a gente acaba entrando nessa loucura também, sem perceber. É fácil se perder no meio de tanta coisa pra criar, pra fazer, pra mudar, pra levar pro mundo e esquecer de olhar pra nós mesmos.

 

Hold on

 

Um ano termina, o outro começa e a gente só sabe sobre todas as resoluções de ano novo que temos que cumprir, todas as metas que temos que bater, todos os assuntos que temos que dominar, todos os eventos que temos que ir. Ufa!

 

Por isso, em 2018 meus votos são para que cultivemos mais espaços de cuidado com a gente, com o outro e com o planeta. Que quando parecer que tá tudo prestes a desmoronar, você possa parar, respirar fundo e perguntar: “Antes de tudo isso, como eu tô chegando aqui?”.

 

Que em 2018, lembremos que não somos só os papeis que assumimos, as funções que nos deram e nem as organizações que representamos. Somos mais e somos, acima de tudo, pessoas que vieram para esse mundo brilhar e torná-lo um pouco melhor do que encontramos quando chegamos. Sem esquecer de olhar para a gente, é claro.

 

Por aqui, continuaremos com mais pausas, mais cuidado, mais check-ins e mais nós mesmos.

 

Vamos juntos?

 

___

 

Esse texto fez sentido pra você? Tem adotado outras formas de cuidado pra 2018? Me conta, vou adorar te ouvir: wel@movimentochoice.com :)

 

Seguimos.

 

Facebook
Twitter
Please reload

Já conhece a Experiência Changemaker?

A experiência em Inovação Social para profissionais do futuro.

Receba as novidades do Choice!

Mudar o mundo começa
com a sua escolha!
Vem pro Choice!

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco

© 2019 Movimento Choice. Todos os direitos reservados.